Ter um site para sua empresa não é barato, e você pode se prejudicar muito com isso, saiba os motivos

para empresasoutubro 21, 2020

Ter um site para sua empresa não é barato, e você pode se prejudicar muito com isso, saiba os motivos

Se você paga menos de 100 reais por mês para ter o seu site no ar, saiba que você pode ter problemas.

Uma vez chegou um cliente para mim afirmando que como havia pagado o domínio não precisava pagar por e-mails, com todo o respeito, mas 40 reais anuais não são suficientes para pagar e-mail e domínio nem aqui, nem na China. Qual a diferença, o que que é isso então?

Pensa que um domínio é a sua licença para usar aquele lugar. Você pagou para ter uma licença para fazer uma festa em determinado dia, ótimo. Mas isso não incluí os garçons por exemplo, nem a decoração. Se você quer segurança, você tem que contratar a parte. Se você quer prestígio e marketing, você tem que contratar a parte. A taxa de licenciamento da festa é só isso, nada mais, é o seu domínio.

Aonde a festa será, no quintal da sua casa? No maracanã? No lugar mais inseguro e precário do mundo? Tudo isso são questionamentos diretamente envolvidos no valor que você está pagando, mas eu não vou abordar este fator aqui hoje.

Você deve estar me perguntando, quais são os custos fixos e imprescindíveis para um site estar no ar, bom vários. Mas o que as agências fazem é te vender um site amador, feito por profissionais amadores que não entendem o que realmente é imprescindível. Não é só de hospedagem, domínio e banco de dados que um site sobrevive, estes três estão aí da mesma forma que o seu sistema respiratório, digestivo e neurológico. Se não houver o conjunto completo de sistemas no seu corpo, não vai funcionar como deveria.

Ah, preciso acrescentar que é indiferente para qualquer agência a quantidade de páginas, formulários de contato, itens em portfólio no valor mensal do seu site. A única coisa que vai fazer esse valor escalar é a quantidade de acesso. Isto é, a menos que você seja um repositório de imagens e tenha lá quase 1 terabite de imagens no seu site, aí sim, é outro problema, mas se não for o caso, continuemos.

Comecei a vender sites em 2015, foram muitos aprendizados e com isso eu digo: muitos erros, todos eles evitavam se o valor de um site fosse realmente o que um site é. Tirando hospedagem, base de dados e domínio, quais são esses valores?

Você vai querer adicionar privacidade no seu domínio, e na GoDaddy a melhor opção custa R$ 149,99 ao ano, o que equivale à R$ 12,49 todo mês.

Você também não quer um serviço de e-mail porco, com limitações absurdas, complicado de configurar e 🤢 (esse emoji é perfeito para o expressar meu sentimento). Um e-mail bacana é o do Office 365 no plano BE, aonde inclui 1tb de armazenamento no OneDrive e diversas soluções como o Teams, Planner dentre outros, que vai elevar o custo em R$43,40 todo mês, por usuário. Sim, por usuário. Se são 5 contas de e-mail na sua empresa o custo é R$ 217 mensais só em e-mail. Existem planos mais baratos, claro e mais caros. Este preço é bem próximo do serviço equivalente da Google, que é R$48,60 todo mês por usuário.

Adote ferramentas consolidadas como Gmail ou Exchange da Microsoft e você nunca mais vai precisar explicar para nenhum cliente o que é SMTP e POP3. Há anos ofereço e-mail de qualidade e não vejo essas duas palavras na minha frente. Serviço disponível 24/7, e sem caixa de e-mail cheia.

A maior parte dos sites em agências são feitos com o WordPress, e se o seu site não é assim, é bom analisar estritamente o motivo técnico de não ser WordPress, apesar de ter techs bem bacanas para criação de sites como React, Angular e outros, o WordPress é o melhor em relação ao SEO do Google e se você pagou para ter um site institucional e fazer propaganda da sua empresa, você quer isso. Além de ser fácil de usar e manter é relativamente seguro SOMENTE SE estiver atualizado. Existem outros concorrentes do WordPress, como Joomla, mas fuja de empresas que tem o sistema de gerenciamento de conteúdo próprio delas. Para as empresas que oferecem sistemas próprios é quase impossível saber a segurança que o seu site terá, se algum cliente for hackeado é bem provável que você também será, e você fica preso com esta empresa até você ir e pagar o desenvolvimento de um site inteiramente novo – perda de dinheiro e logo, barato sai caro.

O WordPress tem uma ferramenta incrível chamada Jetpack, eu não consigo fazer um site sem ele. Apesar de já ter vantagens excelentes no plano gratuito, para uma empresa ter segurança na internet você vai precisar desembolsar R$12,42 ao mês, que vai te garantir proteção anti-spam, suporte prioritário e mais importante: backups diários!

Tem alguns outros pontos que eu preciso ressaltar, mas o valor é muito variado para incluir aqui, que é o tema e o plugin do seu site. É indiscutível a necessidade de utilizar sistemas originais e não piratas. Apesar da maior parte deles são comprados com uma parcela única, existe um movimento de fazer com que eles sejam pagos por meio de assinaturas mensais, então isso reflete diretamente no seu orçamento.

Um plugin pirata pode colocar um malware no seu site, o que significa ou roubar os dados dos seus clientes ou o seu site ficar impossível de receber uma visita. Lembra que eu falei do local aonde a festa está acontecendo, pode ser no Maracanã ou na rua da sua casa. E aqui isso faz diferença, digamos que a hospedagem do seu site é compartilhada com todos (o que fica muito mais em conta, claro). Os malwares sabem disso, e se um site é infectado o vírus vai atrás de todos os sites que estão ali. Isso quer dizer que, se uma empresa tem 100 sites numa mesma hospedagem compartilhada, são 100x mais possibilidades de um vírus infectar o seu site. E em alguns casos é irreparável, principalmente se não estiver com backups e atualizações em dia (do banco de dados por exemplo).

Mas vamos fechar nisso, nestes serviços básicos, sem incluir hospedagem e base de dados e temos uma mensalidade para manter o site de R$ 68.31. Mas a conta não para aí, precisamos adicionar algumas coisas.

A primeira delas é uma recomendação minha, que eu fiz desde o início dos meus contratos, em um ano de contrato eu tenho que ter a capacidade de sustentar o site por 4 meses sem receber por isso. Por quê? Simples, assim se o cliente não pagar na data eu garanto o site funcionando e – na minha empresa – eu não cobro juros se o pagamento for no mesmo mês. E porque claro, você vai querer apoiar o seu cliente em momentos difíceis, e não estou falando de COVID somente, estou falando de que as vezes o cliente não vai ter condição de pagar o site por um tempo, e cortar ele significa cortar a capacidade do seu cliente de voltar aos negócios e vender. Se eu já tenho 4 meses reservados para isso, não é um prejuízo, conquisto e mantenho o meu cliente. Eu reservo somente os valores de serviços e terceiros, então preciso de 4x o valor de R$68,31, o que mensalmente (no primeiro ano) será R$22,77 a mais na mensalidade. Para os demais anos entra, primeiro como o dissídio de alguns serviços e depois como lucro, ou em alguns casos como eu já fiz, reduzo o valor da mensalidade.

Acha estranho isso? Não é, estamos juntos construindo o valor de uma mensalidade de um site. Eu tenho a necessidade de cobrar R$22.77 ao mês a mais para dar segurança para os clientes, quando eu já tiver os 4 meses construídos então não preciso mais fazer essa cobrança. Porque claro que esse não é o seu lucro, você além de precisar colocar as mensalidades de plugins e certificado SSL (não, Let’s Encrypt não é sempre o ideal) ainda precisa adicionar valores referentes a folha de pagamento, aos custos da sua empresa e dos impostos em cima disso e depois adicionar o seu lucro, as taxas da forma de pagamento, a comissão de venda e por último uma margem de negociação, certo?

Percebe que, somente serviços externos e uma segurança para o seu cliente já dá um montante de R$91,08. Sem domínio, sem hospedagem e somente entrega de qualidade automatizada e sem funcionários. É possível confiar em uma empresa que cobra menos do que isso para manter o seu site?

Claro que, existe empresas que desenvolvem o tema do WordPress por conta própria, ou tem parcerias para diminuir o valor dele e de plugins. Claro existe promoções e outros fatores que ajudariam na diminuição do valor mensal pago, mas geralmente essas promoções são só para o primeiro ano, ou os primeiros meses.

Minha dica final

Exija qualidade no desenvolvimento do seu site, na manutenção dele e no suporte, porque caso contrário, pode sair caro. Peça certificado SSL, peça plugins originais, peça backups diários, Jetpack e privacidade no seu domínio: e confira se está sendo entregue. Mas saiba, que os custos disso é com você, a empresa que te vendeu não deve tomar prejuízo (mesmo às vezes tendo vendido um serviço porco, porém você aceitou).